COISAS

Nasci na igreja. Sempre fui cristã e não me lembro de ter um momento em que desisti ou parei de acreditar em Deus. Passei minha infância, adolescência e hoje minha fase adulta na casa de Deus. Sempre orando, lendo a Bíblia e cantando louvores. Mas mesmo assim tive momentos distantes de Deus. Muitas vezes me pegava pensando demais nas “outras coisas”. 

Minha fé estava segura, então não a dei muita atenção. Ocupei meu tempo com aquilo que precisava ser resolvido de imediato. Ocupei meu tempo me preocupando com os problemas, com a vida, com os outros, comigo. Então, percebi que estava cheia de saudade, saudade de Deus.

Minhas prioridades estavam trocadas, e por ir a igreja toda a semana, passei muito tempo achando que meu relacionamento com Deus estava garantido. Só que como filhos precisamos entender que o Pai nos quer próximos, não basta só reconhecer a sua paternidade. Nós escolhemos se vamos ter somente um relacionamento raso com Deus ou se vamos viver uma vida mergulhados na sua presença. 

“Busquem, pois, em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça, e todas essas coisas serão acrescentadas a vocês.” (Mateus 6:33) – Passei muito tempo da minha vida achando que Deus “entenderia” a minha falta de tempo em buscá-lo, mas na verdade, Jesus estabelece o que deve ser verdadeiramente nossa prioridade. Se você ama a Deus, busque-o. Não desperdice sua vida com “coisas”. Jesus chamou todos os nossos problemas, nossa vida profissional, nossas contas, nossos projetos de “coisas”. Nada disso é tão importante quanto buscar o Reino de Deus. 

Mesmo aparentemente perto, podemos estar distante se não buscarmos. Não basta morar na mesma casa do Pai, é preciso construir um relacionamento sincero e íntimo com ele. Chega de desperdiçar a nossa vida com “coisas” ordinárias. Nós fomos chamados para buscar o extraordinário. 


THINGS

I grew up in church. I’ve always been a Christian and I don’t remember having a moment when I gave up or stopped believing in God. I spent my childhood, adolescence, and today my adulthood in the house of God. Always praying, reading the Bible, and singing praises. But even then, I had distant moments from God. I often caught myself overthinking about “other things.”

I thought that my faith was safe, so I didn’t pay much attention to it. I spent my time with what needed to be handled immediately. I spent my time worrying about problems, about life, about others, about myself. Then, I realized that I was filled with longing. Longing for God.

My priorities were backwards. I was still going to church every week, and I was thinking that my relationship with God was guaranteed. But as children, we need to understand that the Father wants us close. It’s not enough to just recognize His fatherhood. We choose whether we will only have a shallow relationship with God or whether we will live a life immersed in His presence.

“But seek first his kingdom and his righteousness, and all these things will be given to you as well.” (Matthew 6:33) – I spent much of my life thinking that God would “understand” my time to seek him, but in fact, Jesus establishes what should indeed be our priority. If you love God, seek Him. Do not waste your life on “things.” Jesus called all our problems, our professional life, our bills, our projects “things.” None of this is as important as seeking the Kingdom of God.

Even seemingly close, we can be distant if we do not search. It’s not enough to live in the same house of the Father, it’s necessary to build a sincere and intimate relationship with him. Enough of wasting our lives with ordinary “things.” We are called to seek the extraordinary.

One Comment

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: