Folhas em Branco

Quantas vezes comecei uma página, digitei, apaguei, digitei outra coisa e apaguei novamente. Parece que o texto nunca está bom ou que nunca vou conseguir preencher todo aquele espaço em branco. Recomeços, rabiscos, rascunhos. Espero o próximo dia, e tenho certeza que o amanhã vai me dar o que escrever. Mas, quando chega  o amanhã, deixo para o próximo dia…

Folhas em branco são mais complicadas do que parecem. Ao mesmo tempo que dão liberdade, nos fazem ficar presos no começo perfeito. Expandem as possibilidades e se não tomarmos cuidado, ficamos perdidos.

Nossa vida é composta de diversos capítulos. Encontramos folhas rabiscadas, coloridas, amassadas, as favoritas e aquelas que preferimos esquecer. Existem momentos na nossa vida que parece que não temos mais espaço para rabiscar de tão cheio que tudo parece estar. Aquele momento em que tudo o que mais desejamos é um pedaço em branco para recomeçar.

Então, na hora certa Deus vira a página. Ele abre o caminho para o novo. Recebemos uma folha em branco: um novo relacionamento; uma casa nova; um novo emprego; a chegada de um filho; o passar de um luto; um novo projeto; a vitória daquele problema; uma nova etapa. Então, nos encontramos em um início e tudo parece bem até que vem a incerteza: será que vou conseguir colorir? O que escrever? Tudo estava tão confortável na outra folha.

Descobri que nas mudanças da vida o mais importante é começar, mesmo que as palavras não fiquem tão bonitas quanto o esperado ou os rabiscos tão precisos. Não fique com medo de escrever as primeiras palavras do seu sonho e não deixe a ansiedade fazer com que você apague tudo várias e várias vezes. Novas folhas são  uma benção, mas elas não foram feitas para ficar em branco. Arrisque-se. Deus pode fazer do seu rascunho uma linda história, e do seu rabisco, uma colorida pintura.


 

Blank pages

I’ve lost count of how many times I started writing on a new page. I typed, erased, typed again and once again deleted it. It seems as the text is never good enough or that I’ll never fill all of the blank space. New beginnings, drawings, drafts. I wait for the next day, certain that tomorrow will bring me something to write about. But, when the day comes, I leave it for the next one…

Blank pages are more complicated than they seem. At the same time that they give us freedom, they make us get caught in the perfect beginning. They expand the possibilities, and if we’re not careful, we get lost.

Our life is made out of several chapters. We find scribbled on, colored, wrinkled pages. Our favorite ones and those we wish to forget. There are moments in our lives that is seems like we ran out of space to write. The page just seems so crowded. At this moment, all we want is a blank sheet to start again.

Then, at the right time, God turns the page. He opens up the way for the new. We receive a blank page: a new relationship; a new house; a new job; the birth of a new child; the farewell to grief; a new project; a victory over an old challenge; a new phase. So, we find ourselves at a starting point and everything seems fine until uncertainty comes: will I be able to put color to this? What should I write? Everything was so comfortable on the other sheet.

 Through changes in life, I discovered that the most important thing is to start. Even if the words are not as pretty as we hoped for, or the drawings not as precise. Don’t be afraid to write the first words of your dream e don’t let anxiety make you erase everything over and over again. New pages are a blessing, but they were not made to be left blank. Take a risk. From your draft, God can create a beautiful story and from your drawing, a colorful painting.

One Comment

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: