PRAIA

Fui caminhar. Fiz um acordo comigo mesma, mais uma segunda-feira em que estava começando “uma vida saudável”. O problema é continuar com esse pensamento na sexta-feira… Mas, enfim, fui caminhar até a praia. Cheguei na areia, tirei meu tênis de corrida e sentei um pouco para observar o mar. Era um dia quente, e quando percebi minha paisagem já estava lotada de mães passando protetor solar nos seus filhos, castelos de areia montados por crianças e com aqueles casais que resolveram finalmente dar um uso para as sua cadeiras de praia.

Me peguei imaginando a vida das pessoas, eu faço isso direto, acho que roubei essa mania da minha mãe. Criei uma história para cada uma, julgando o que achava mais interessante e fazendo enredos bem dramáticos para dar alguma emoção aquela tarde ensolarada. Coloquei meu fone e acho que criei até trilha sonora para algumas pessoas. Percebi que no meio daquela minha falta do que fazer, eu pude observar uma coisa tão óbvia: estou no mesmo lugar dessas pessoas, pegando o mesmo sol, mas ao mesmo tempo nunca me senti tão diferente delas. Nenhuma delas era igual, tinha o mesmo jeito de olhar para o mar e com certeza não estavam pensando a mesma coisa.

O mundo é repleto das mais diversas pessoas: mães, pais, viúvas, órfãos, crianças, jovens. Todos vivendo suas vidas, seus problemas e alegrias. Imagino Deus olhando lá de cima vendo essas confusões de histórias que se entrelaçam e sua alegria em pensar o quanto todos são únicos.

Deus não vê somente uma mãe, ele sabe o nome, seu passado e formou cada um de seus filhos. Ele não vê somente um jovem, Ele sabe sua exata quantidade de fios de cabelo e seu tão sonhado futuro. Enquanto para nós, as pessoas são apenas desconhecidos que vivem no mesmo mundo que nós, para Deus cada uma delas tem sua importância e uma razão.

Fomos desenhados a mão, criados por um Criador e pintados pelo mais criativo Pintor. Não fomos jogados no mundo e sim colocados nele. Não somos obras de um acaso e sim de um Pai completamente apaixonado ao ponto de criar uma digital diferente para cada um.

Na próxima vez que você pensar que não vale nada ou que não existe razão da sua vida, se olhe no espelho, observe cada traço do seu rosto. Não existe mais ninguém como você. Seu valor é alto.

Naquela tarde percebi que não importava a história de vida daquelas pessoas, mas sim o amor imenso do Escritor sobre elas. Me senti amada, única e lembrei que não tinha levado protetor solar.

2 comentários sobre “

  1. Como é bom saber que nesse mundo de produção em série somos únicos e que temos um Criador que nos ama. Fiquei imaginando essa praia. Que Deus a abençoe e que você continue escrevendo e exercitando esse dom especial que o Criador lhe concede.

  2. Oi Pam’s!

    Não tem sentimento melhor que saber que Ele nos ama que somos fruto do seu amor e alvo do Seu cuidado!

    Parabéns pelo belo texto!

    Que Deus continue sendo sua verdadeira inspiração!

    Saudades!

    Te amo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s